Tom Jobim ou Santos Dumont?

O carioca que pensava já ter visto de tudo em matéria de conflitos na Cidade Maravilhosa, assiste atônito à guerra de aeroportos deflagrada nesta semana entre as duas opções de pouso e decolagem às margens da Baía de Guanabara. O poder público conseguiu, enfim, colocar o Tom Jobim contra o Santos Dumont.A briga também põe em lados opostos as duas coisas mais fofas do governo Lula: Solange Vieira e Sérgio Cabral. Ao liberar o Santos Dumont para voos nacionais de longa distância, a presidente da Anac contrariou planos do governador de dar um gás no Tom Jobim. Em represália, ele só faltou contar o que sabe sobre a vida pregressa do pai da aviação. Não ocorreu a nenhum dos dois perguntar ao carioca o que ele acha melhor para a cidade. Tom Jobim ou Santos Dumont, eis a questão que o Rio pode resolver sem necessidade de nova guerra de quadrilhas. SABE ESPÚRIA?"Espúria é aaaa... é aaaa...!"Fernando Collor, procurando palavras para responder ao nobre colega Aloizio Mercadante sobre as circunstâncias da eleição do ex-presidente na Comissão de Infraestrutura do Senado.PAPO FURADOSe você não sabe exatamente o que é "new deal global", relaxa, vai! Nem no Reino Unido ainda dão ouvidos às coisas que o primeiro-ministro Gordon Brown diz.,Papo de pau de galinheiroDizendo-se mal entendido no elogio que fez a Ideli Salvatti ao comentar que a senadora "cisca pra dentro", o ex-presidente Collor merece uma chance para desenvolver um pouco mais essa sua tese de galinheiro, respondendo a questão: o senador Jarbas Vasconcellos está no momento ciscando pra dentro ou pra fora?Boato infameAo contrário do que andam espalhando na Itália, o ministro Tarso Genro não ofereceu status de refugiado político ao presidente do Sudão condenado à prisão pelo Tribunal de Haia. E não se fala mais nisso, OK?Filhos da dengueO carnaval acabou na Bahia, mas os vírus continuam saindo em blocos pelas ruas de Salvador. Parece que a dengue já tem até trio elétrico próprio.Mudança na gradeO MST pode aproveitar a estreia de Paraíso, na Globo, para invadir o universo rural da próxima novela das 6. Tem muito sem-terra nos acampamentos querendo largar o horário nobre do Jornal Nacional. Dupla sertanejaA propósito, o mais divertido das novelas de Benedito Ruy Barbosa é o nome das filhas-colaboradoras do autor: Edimara e Edilene, cá pra nós, soa assim como Faísca e Espoleta de A Favorita.Fenômeno verdeFaltou ar rarefeito aos jogadores do Palmeiras contra o Colo Colo no Parque Antártica. O time de Vanderlei Luxemburgo perdeu com muito mais vontade nessa Libertadores atuando em Quito, a 2.850 metros de altitude, contra a LDU.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.