Torcedor do Vasco é baleado a caminho do Pacaembu

Por volta das 21h30 de ontem, momentos antes do início do jogo entre Corinthians e Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, o torcedor vascaíno Sidnei Pintos dos Santos foi baleado em um dos pés quando o ônibus em que estava passava em frente à sede da torcida Mancha Verde, do Palmeiras, na zona Oeste da capital paulista.Segundo testemunhas, os tiros, pelo menos cinco, foram disparados por ocupantes, todos corinthianos, de um Gol vermelho e de uma Blazer preta. O mesmo ônibus, momentos depois, já na Avenida Pacaembu, foi cercado por tocedores do Corinthians e apedrejado. Na confusão ninguém acabou preso. Durante revista feita pela PM no interior do ônibus dos vascaínos, no decorrer do jogo, os policiais encontraram dois revólveres calibre 38, que estavam dentro de um alto-falante e de uma luminária. Os vascaínos foram ouvidospela delegada do 23º Distrito Policial, de Perdizes.Em relação aos tiros, os policiais militares detiveram dois suspeitos. Um deles foi reconhecido como o autor do disparo que atingiu o pé de Sidnei. O torcedor corinthiano, levado ao 15º Distrito Policial, do Itaim Bibi, foi indiciado por tentativa de homicídio. Encaminhado ao Pronto-Socorro, Sidnei foi medicado e liberado logo em seguida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.