Reprodução/Jornal da Record
Reprodução/Jornal da Record

Torre de transmissão de energia cai e deixa ao menos seis mortos no Pará

Cinco vítimas morreram na hora do acidente e uma outra chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal de Pacajá, mas não resistiu aos ferimentos

Roberta Paraense, especial para o Estadão

16 de julho de 2021 | 22h52

BELÉM - Na tarde desta sexta-feira, 16, um acidente no sudoeste do Pará, com uma torre de transmissão de energia elétrica, deixou seis mortos e mais 13 feridos, na comunidade de Bom Jardim, na cidade de Pacajá.A estrutura estava sendo construída pela empresa KS.

Cinco vítimas, entre elas, funcionários da obra, morreram na hora do acidente e uma chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal de Pacajá, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito ao dar entrada na unidade de saúde.

Ainda segundo a prefeitura de Pacajá, os feridos estão sendo encaminhados ao Hospital Regional da Transamazônica, em Altamira, com leitos disponibilizados pelo Governo Estadual. Não há detalhes sobre o estado dos sobreviventes.

Em suas redes sociais, o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), lamentou. "Acabo de receber a informação de um acidente na obra da linha de transmissão da Transamazônica. Temos registro de óbitos e feridos. Minha solidariedade às vítimas e aos familiares”, escreveu Barbalho.

O governador ainda garantiu que o Estado está prestando toda assistência à prefeitura. "Corpo de Bombeiros e Polícia Militar atuam na área e as vítimas estão sendo encaminhadas aos Hospital Regional da Transamazônica, em Altamira", completou Helder Barbalho. 

O Núcleo Avançado do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves de Tucuruí segue com a remoção dos corpos. A lista com a identidade das vítimas ainda não foi divulgada.

A estrutura que estava sendo erguida faz parte de um projeto que leva energia elétrica da usina hidrelétrica de  Belo Monte para o Estado vizinho, Amapá.  O Estadão não conseguiu contato com a empresa responsável pela construção da torre. 

A Norte Energia, concessionária da Usina Hidrelétrica Belo Monte, disse se solidarizar com os familiares dos trabalhadores mortos e afirmou que a empresa em questão não presta serviços à usina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.