Torturou o filho e foi presa

A auxiliar de serviços gerais Patrícia Bezerra da Silva, de 23 anos, foi presa nesta quarta-feira, na Cidade de Deus, zona oeste do Rio de Janeiro, acusada de torturar o seu filho de sete anos no último domingo.Segundo Patrícia, ela apenas puniu o garoto porque ele fugira de casa para pedir dinheiro em sinais de trânsito no bairro vizinho da Barra da Tijuca, zona oeste.A mãe esquentou uma colher e queimou o filho no tórax e na coxa esquerda. O menino, que teve a identidade preservada, sofreu queimaduras de segundo grau.Apesar da agressão ter ocorrido no domingo, a denúncia só foi feita nesta terça-feira por um telefonema anônimo.A delegada da Divisão de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Monique Vidal, pediu a prisão preventiva de Patrícia. O crime de tortura prevê uma pena de dois a oito anos de detenção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.