Trabalhadores escravos encontrados em fazenda de senador

Numa operação de fiscalização iniciada esta semana por fiscais do Ministério do Trabalho e integrantes do Ministério Público do Trabalho, foram descobertos 32 trabalhadores em condições comparáveis às de escravos numa fazenda de propriedade do senador João Ribeiro (PFL-TO), no município de Piçarra, no Sul do Pará, próximo de Redenção. Segundo informou a assessoria de comunicação do Ministério Público do Trabalho, os trabalhadores eram impedidos de sair da fazenda. Eles estão prestando depoimento na sede da Polícia Federal em Araguaína (TO). Segundo o Ministério Público do Trabalho, a operação foi feita a partir de uma denúncia e, quando foi iniciada, não se sabia que a fazenda pertencia ao senador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.