Trabalhadores morrem asfixiados por soja

Dois trabalhadores morreram, provavelmente por asfixia, ao caírem dentro de um silo de soja no entreposto da Cooperativa Agrícola de Rolândia (Corol), em Cambé, no norte do Paraná. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar as responsabilidades pelas mortes. Os dois trabalhadores - Aparecido Rodrigues dos Santos, 40 anos, e Ednaldo Francisco Pereira, 35 - foram encontrados sem equipamentos de segurança. O acidente aconteceu pela manhã. Um dos trabalhadores teria caído no silo, que tem 10 metros de profundidade. Na tentativa de ajudar o colega, o outro também acabou encoberto pela soja. O corpo de Santos foi encontrado quatro horas após o acidente, enquanto o outro somente foi retirado no início da noite. O silo tem capacidade para 10 toneladas. O laudo da criminalística deve ficar pronto em 10 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.