Tráfego foi intenso na saída de São Paulo

Os paulistanos que viajaram nesta quinta-feira pela manhã rumo à Baixada Santista enfrentaram trânsito intenso. Entre 8 horas e meio-dia, passavam, em média, pelos pedágios 5 mil veículos por hora. De acordo com a Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, o excesso de veículos não chegou a causar congestionamentos. Também não foi registrado nenhum acidente grave. Das 12 horas desta quarta-feira às 17 horas desta quinta, 110.743 carros já estavam no litoral. O sistema operava em esquema 5x2.A partir das 18 horas, a operação foi alterada para 2x5, por causa do baixo volume de veículos. O movimento era grande, mas sem problemas. O tráfego de veículos foi tranqüilo durante todo o dia no sistema Anhangüera-Bandeirantes. Às 9h50, a empresa registrou 4 quilômetros de congestionamento na Anhangüera, na altura do km 57, em Jundiaí, por causa de obras na pista. O tráfego voltou a fluir normalmente dez minutos depois. Às 18 horas, chovia fraco em todo o sistema, mas o tráfego não foi prejudicado. Não houve acidentes. De acordo com a contagem das 16 horas, 113.123 veículos haviam deixado a capital no sentido do interior.A Rodovia Castelo Branco também registrava tráfego bom no fim da tarde, sentido interior, depois de ter lentidão pela manhã, na entrada da capital. Na pista oposta, o trânsito ficou intenso entre Alphaville e Osasco, por causa do excesso de veículos.Pelas rodovias federais, Dutra e Régis Bittencourt, o tráfego era normal, sem acidentes. Às 18 horas, o tombamento de uma carreta na Rodovia Fernão Dias, altura do km 50, em Atibaia, provocou 10 quilômetros de congestionamento, na pista Minas-São Paulo. Não houve vítimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.