Tráfego lento nas estradas paulistas

O tráfego está lento em algumas das principais estradas de São Paulo por causa do excesso de veículos na manhã desta quinta-feira, véspera de feriado prolongado de Páscoa. A pior delas é a rodovia Castello Branco, que está com morosidade em ambos os sentidos.Rodovia Castello BrancoPara os motoristas que seguem para a capital, o trânsito está ruim entre os quilômetros 28 e 25 e do quilômetro 19 ao 13, já no trecho urbano. Os que já viajam para o interior encontram cinco quilômetros de congestionamento desde o quilômetro 20 até o quilômetro 25. As pistas pedagiadas também têm movimento moroso nos dois sentidos. Na pista capital, lentidão entre os quilômetros 17 e 14. No sentido interior, congestionamento desde o quilômetro 22 até o quilômetro 20.De acordo com ViaOeste, concessionária da estrada, é na Semana Santa que estas estradas tradicionalmente registram o maior fluxo e, entre a quinta-feira (13) e domingo (16), 147 mil veículos deverão sair da capital paulista pela Castelo Branco e 33 mil pela Raposo Tavares. Em ambos os sentidos (Interior e Capital), conforme previsão da ViaOeste, é esperado um total de 360 mil veículos no período em circulação nas duas rodovias.A operação especial da concessionária começará a partir da zero hora da quinta-feira (13) e terminará à meia-noite do domingo (16). Obras em execução no sistema que causam interferência no tráfego, como desvios ou interdições de pista, serão suspensas das 12 horas de quinta (13) até as 12 horas de segunda-feira (17).Rodovia Presidente DutraMotoristas que utilizam a rodovia Presidente Dutra também encontram tráfego pesado em ambos os sentidos. Quem viaja para São Paulo enfrenta morosidade desde o quilômetro 217 até o quilômetro 220, na região de Guarulhos, e entre os quilômetros 230 e 231, na chegada à capital. No sentido Rio de Janeiro, trânsito ruim desde o quilômetro 223 até o quilômetro 219, também em Guarulhos.A Nova Dutra, concessionária que administra a estrada, prevê saída de 181 mil veículos de SP e 86 mil do RJ na Páscoa.A empresa recomenda aos usuários da rodovia que evitem trafegar pelo local entre 16h e 20h de quinta-feira (13) e das 7h às 10h de sexta-feira (14), períodos previstos para o maior movimento da estrada na ida. Quanto à volta, a Nova Dutra destacou que os usuários normalmente deixam para retornar após o almoço, gerando um maior volume de tráfego na rodovia entre 16h e 20h. Pede, com isso, que programem sua volta e evitem utilizar a rodovia nesses horários. Rodovia Anchieta - ImigrantesNo sistema Anchieta-Imigrantes, a situação é de normalidade e o movimento maior é esperado para o período da tarde. A operação descida deve ser implantada às 15h, com o esquema 7 X 3. A viagem para a Baixada Santista acontece pelas duas pistas da rodovia Anchieta e pela nova Imigrantes. O retorno a São Paulo será feito pela antiga Imigrantes. Segundo a Ecovias, empresa que administra essas estradas, cerca de 360 mil veículos devem circular pelo sistema durante o feriado de Páscoa.Rodovia Anhangüera - BandeirantesTrânsito intenso também no Sistema Anhanguera/Bandeirantes em direção à capital paulista. Na Bandeirantes, há três quilômetros de congestionamento na chegada a São Paulo. Na Anhanguera, a lentidão é de um quilômetro, também no trecho urbano, entre os quilômetros 12 e 11. A Polícia Rodoviária e as concessionárias não registraram acidentes graves nas últimas horas.A AutoBAn, concessionária responsável pelo sistema, estima que cerca de 510 mil veículos circularão nas duas rodovias durante o feriado, contra cerca de 481 mil em 2005.A empresa informou que os horários de pico serão entre 17 horas e 20 horas na quinta-feira (13), e das 9 horas ao meio-dia na sexta-feira (14). No retorno a São Paulo, o motorista deve evitar trafegar entre 15h e 22h de domingo (16).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.