Tráfego nas rodovias de São Paulo começa a melhorar

Quem deixou para voltar para a cidade de São Paulo no início da noite deste domingo, 15, após o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, encontrou menos empecilhos do que quem decidiu chegar em São Paulo à tarde. Pouco depois das 19 horas, o trânsito provocado por manifestações nas rodovias Régis Bittencourt e Raposo Tavares já tinha diminuído e o fluxo de automóveis era menos intenso do que o registrado à tarde.Entre as estradas que ainda apresentam volume de tráfego acima do normal estava a Rodovia Fernão Dias. Às 19h15, o motorista ainda enfrentava congestionamento de Atibaia a Mairiporã por conta do excesso de veículos. A Polícia Rodoviária Federal informou que a Rodovia Régis Bittencourt, que liga a capital paulista à paranaense, apresentava lentidão perto do mesmo horário não só por causa da quantidade de automóveis, mas ainda em função de um protesto realizado mais cedo, perto do quilômetro 319. Os moradores da proximidade bloquearam a estrada nos dois sentidos por causa de um atropelamento registrado no local mais cedo.O tráfego também estava lento no trecho de Barueri da Rodovia Castelo Branco, sentido capital. De acordo com a concessionária ViaOeste, havia lentidão no quilômetro 25, mas a visibilidade e o tempo no local eram bons. Já de acordo com a Ecovias, que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, o tráfego era intenso devido ao excesso de carros para quem voltava do litoral, mas fluindo bem no trecho do planalto da Via Anchieta. O tempo estava encoberto, mas com boa visibilidade. A empresa administra também a Rodovia Cônego Domenico Rangoni, que apresentava tráfego intenso, mas fluía bem no sentido Guarujá-Cubatão. Na Padre Manoel da Nóbrega, o fluxo era normal, mas o tempo estava encoberto. Na Anhangüera e na Bandeirantes, ambas administradas pela Autoban, também não havia registro de congestionamento. O mesmo pode ser verificado na Rodovia Presidente Dutra.O motorista não encontrava problemas também na Rodovia Raposo Tavares, apesar de as pistas terem sido interditadas mais cedo nos dois sentidos em função de um bloqueio feito pelos moradores da região, que reivindicavam a construção de uma passarela para pedestres. O fluxo, no entanto, seguia intenso.Rodízio Nesta segunda-feira, 16, volta a vigorar o rodízio de veículos na cidade de São Paulo, que esteve suspenso desde quinta-feira por causa do feriado. Na segunda, não poderão circular no centro expandido da cidade, das 7 às 10 horas e das 17 às 20 horas, automóveis com placas finais 1 e 2.

Agencia Estado,

15 de outubro de 2006 | 19h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.