Traficante cabo-verdiana presa em Guarulhos

Com quatro quilos de cocaína acondicionados em 22 frascos de xampu, foi presa na noite de sexta-feira, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, a africana, de Cabo Verde, Ermelinda da Silva Fernandes, de 30 anos. Ela pretendia embarcar para Lisboa, Portugal, quando chamou a atenção de policiais federais. Autuada em flagrante, foi removida à carceragem da PF no bairro de Higienópolis em São Paulo.Ermelinda é a segunda mulher cabo-veridana apanhada, nesta semana, pela Força Tarefa - formada por agentes federais e funcionários da Receita Federal -, naquele aeroporto, tentando traficar cocaína para Portugal. Na terça-feira à noite, 1,5 quilo da droga foi encontrada em um colete usado por Bernardes Ramos Pereira, de 54 anos. O entorpecente foi detectado pelo aparelho de raio X. Já no caso de Ermelinda, os agentes suspeitaram da quantidade de fracos de xampu de sua bagagem e resolveram revistar.Na semana, a Força Tarefa apreendeu em Cumbica pouco mais de 20 quilos de cocaína, e o total desde o início do ano já se aproxima de 130 quilos, que representam significativa perda financeira para os traficantes. Nenhum dos presos, que estão sujeitos a uma pena que varia de 3 a 15 anos de prisão, revelou para quem estava trabalhando. Para a polícia, o motivo do silêncio deve ser a condição do narcotráfico para que essas ?mulas? - como chamam os contratados para transportar drogas - continuem vivas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.