Traficante "rato" morre em tiroteio com PM de SP

Conhecido como "Rato", o suposto traficante Eduardo da Silva Sá, de 22 anos, foi morto, no início desta madrugada, em um tiroteio com policiais militares do 22º Batalhão, na Rua Otacílio Madeira, na Favela do Pantanal, Jardim Miriam, divisa com a cidade de Diadema, na zona Sul da capital paulista. Os PMs estavam à procura de traficantes e, ao abordarem o bandido, que caminhava em uma das entradas da favela, foram recebidos a tiros, mas, no revide, acertaram "Rato", que morreu quando era atendido no Hospital Geral de Pedreira. O caso foi registrado no 98º Distrito Policial, do Jardim Miriam.FavelaA favela do Pantanal ficou conhecida em todo o País depois que serviu como cativeiro do prefeito de Santo André, Celso Daniel em janeiro de 2002. Ele foi assassinado, posteriormente, em uma estrada vicinal ao lado da Rodovia Régis Bittencourt, em Juquitiba, interior do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.