Traficantes atacam policiais no reveillon do Rio

A comemoração tranquila da chegada do ano novo nos pontos turísticos não evitou uma madrugada violenta no Rio. Os casos mais graves de violência ocorreram contra policiais militares. Os traficantes atacaram a tiros uma cabine da Polícia Militar no Morro dos Prazeres, em Santa Tereza, no centro, e usaram balas de fuzil contra uma patrulha da PM na favela do Jacarezinho, na zona norte.O guarda municipal que trabalhava na coordenadoria de trânsito, Jorge Luís da Silva Tomé, foi assassinado a tiros e o colega Flávio Miranda Campos foi ferido com um tiro no ombro direito. O criminoso foi identificado como sendo o sargento do Corpo de Bombeiros Antônio dos Santos, que está foragido.Eles foram atacados a tiros por homens que estavam numa motocicleta e num triciclo quando trabalhavam em barreira de sinalização no Aterro do Flamengo, zona Sul. Um grupo de guardas que estavam a menos de 150 metros do local viu os homens atirando mas não puderam reagir, porque não trabalham armados.Houve também várias tentativas de assalto durante a madrugada. Uma pessoa foi ferida por bala perdida quando homens, em cinco carros, armados de fuzis, tentaram roubar carros na Penha, zona norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.