Traficantes atacam viatura e matam PM no Rio

Um policial militar morreu, na madrugada deste domingo, quando a viatura em que estava foi atacada por traficantes da Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré. Na zona oeste, a troca de tiros entre bandidos rivais de Realengo provocou o fechamento da avenida Brasil, uma das principais vias de acesso ao centro do Rio. Segundo a PM, por volta das 5h, uma viatura do 22º Batalhão (Benfica), que havia acabado de encerrar o turno de trabalho e deixava a Maré, foi atingida por tiros disparados por traficantes. Ferido, o soldado Gustavo Rego Ribeiro morreu a caminho do hospital. A polícia pediu reforço, houve uma troca de tiros e perseguição, assustando motoristas que trafegavam pela Linha Amarela. Ninguém foi preso. No início da manhã, traficantes das favelas Batam e Fumacê, dominadas por facções rivais, entraram em confronto. Por causa do tiroteio, viaturas da 14º Batalhão (Bangu) foram enviadas ao local. A polícia fechou a pista sentido zona oeste da avenida Brasil por mais de duas horas. Uma granada foi encontrada no local. Outro tiroteio entre policiais e traficantes ocorreu no morro do Turano, na Tijuca, na zona norte. Não houve vítimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.