Traficantes de droga são presos em operação no Paraná

Segundo a PF, quadrilha faz parte de esquema de tráfico internacional de drogas

Agencia Estado

22 de junho de 2007 | 16h42

A Polícia Federal em Cascavel e os policiais civis da 20ª Subdivisão de Toledo prenderam na manhã desta quinta-feira, 21, sete pessoas acusadas de tráfico de droga. Segundo os agentes, parte de uma quadrilha internacional de tráfico de entorpecentes teria sido desmantelada com a ação.Outras seis pessoas foram presas durante as investigações e, segundo as polícias, outras duas trabalhavam para o grupo de dentro da prisão. Quatro acusados estavam foragidos. "Nossas investigações continuam no intuito de identificar outras pessoas", disse o delegado da Polícia Civil de Toledo, Alexandre Macorin.Pelas investigações, o grupo era dividido em "células", cada uma com função específica. Uma delas era responsável por buscar a droga, na maioria das vezes maconha, no Paraguai; outra respondia pela armazenagem; uma terceira fazia as negociações e havia aquelas que cuidavam do transporte dentro do Paraná e para Santa Catarina e São Paulo. Muitas vezes a droga era trocada por veículos roubados.Durante os seis meses de investigação, calcula-se que a quadrilha movimentou pelo menos R$ 100 mil. De acordo com Macorin, o líder da quadrilha é Maurício Alves da Rocha, de 37 anos, conhecido como Bola, que foi preso em abril.Morador em São Paulo, Bola estaria coordenando as ações no Paraná e, ao mesmo tempo, era responsável pela revenda da droga em São Paulo. "Contra ele existiam oito mandados de prisão, expedidos pela Justiça de São Paulo, por crimes como tráfico e homicídios", afirmou o delegado.

Tudo o que sabemos sobre:
traficantespresos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.