Traficantes devem voltar para Bangu 1 na próxima semana

O comandante-geral da Polícia Militar,coronel Francisco Braz, disse hoje que até o fim da semana ou início da próxima, os sete traficantes que estão presos no Batalhão de Choque da PM serão transferidos para o presídioBangu 1, em reforma. A transferência deve ser gradativa. "Até lá, eles vão ficar guardadinhos aqui. A tranqüilidade é total. Eles sempre estiveram e sempre estarão seguros aqui." Para o coronel, o motim de ontem , no Rio, ocorreu "porque os presos queriam aparecer na TV". "Essa história de ventilador foi uma justificativa para fazer arruaça e ganhar notoriedade. E isso eles conseguiram. Mas não vão ter ventilador nenhum. O calor é igual para todo mundo. Eu também estou com calor", disse Braz. Segundo ele, "agora reina a tranqüilidadedentro do batalhão".De acordo com Braz, o regime especial para visita aos presos será mantido - apenas os advogados têm direito a ficar 20 minutos com seus clientes. Pela manhã, os traficantes MarcosAntônio da Silva Tavares, Marquinho Niterói, Márcio Silva Macedo, o Gigante, e Marco Antônio Pereira da Silva, o My Thor, retornaram à cela em que estavam até terça-feira, quandoiniciaram o motim. Carregando colchonetes e pertences pessoais, foram escoltados por policiais armados.O advogado Henrique Machado, que defende o traficante My Thor, visitou seu cliente. Machado chegou à unidade da Polícia Militar acompanhado da mulher e da filha do traficante. As duasficaram do lado de fora, pois a visita de parentes não foi liberada. Médicos entraram nas celas para fazer exame de corpo de delito nos quatro presos que se rebelaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.