Traficantes e polícia se enfrentam e seis ficam feridos no Rio

Confronto durou duas horas e meia na zona norte da cidade; todos os feridos são policiais

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

27 de novembro de 2008 | 03h42

Traficantes das favelas de Manguinhos e Jacarezinho, na zona norte do Rio, trocaram tiros com polícia durante duas horas e meia na noite de quarta-feira, 26. Seis policiais ficaram feridos, sendo dois da Polícia Civil. Duas equipes da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DRRFV) foram encurraladas na entrada de uma das favelas. Os investigadores haviam se deslocado para a região após receber a informação de que criminosos haviam atravessado um ônibus na rua para poder atacar motoristas. Policiais militares foram acionados em apoio aos policiais civis, o que intensificou o tiroteio, que só terminou por volta das 21h30. Moradores das duas comunidades ficaram impedidos de seguir para suas casas por causa do confronto. Os policiais foram encaminhados ao Hospital Geral de Bonsucesso. Também por causa do tiroteio, os trens da linha 2 do Metrô não circularam durante meia hora, das 19h50 às 20h20.

Mais conteúdo sobre:
Rioconfrontotráficopolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.