Traficantes em luto mandam fechar escolas e comércio no Rio

Por ordem de traficantes de drogas, parte do comércio e escolas do bairro Jardim Paraíso, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, não funcionaram na quarta e na quinta-feira. O luto forçado está relacionado à morte de dois traficantes, na segunda-feira, em confronto com a PM, e vale também para sexta-feira, segundo comerciantes locais. Os mortos não foram identificados.Mesmo com policiamento reforçado, as escolas estaduais Humberto Campos e Ione Figueira e o CIEP 187 Benedito Laranjeira, também do Estado, foram fechados para garantir a segurança dos alunos. Já a Escola Municipal Guandu ficou aberta, mas as crianças não foram às aulas. No muro desta foi pichada a sigla de uma facção criminosa.Aproximadamente dois mil estudantes ficaram em casa.Na operação em que os criminosos morreram, a PM apreendeu duas armas, 669 trouxinhas de maconha e 227 papelotes de cocaína. A polícia espera que a situação na sexta-feira volte ao normal na região. A Secretaria Estadual de Educação informou que as aulas serão reiniciadas na segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.