Traficantes tomam 3 pessoas como reféns em favela

Sete traficantes do Morro do Dendê, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, mantiveram três pessoas de uma família, duas mulheres e uma criança, como reféns, dentro de casa, durante uma ação da polícia para reprimir o tráfico de drogas, hoje à tarde. Depois de uma longa negociação, seis bandidos se renderam. Um deles morreu durante troca de tiros.O comandante do batalhão da Polícia Militar do bairro, tenente-coronel Mário dos Santos Pinto, que estava à frente da operação policial, chegou a ficar sob o fogo cruzado, antes da invasão da casa, mas não sofreu ferimentos. "A situação foi muito tensa porque os bandidos estavam nervosos", contou Pinto, que comandou as negociações para a rendição do bando.O confronto entre policiais e traficantes começou às 10 horas e só terminou às 15 horas. Sessenta PMs, dos quartéis próximos e do Batalhão de Operações Especiais (Bope), participaram da operação. Foram apreendidos fuzis e pistolas, além de maconha e cocaína.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.