Tráfico fecha o comércio em São Bernardo do Campo

Em represália pela morte do ladrão e traficante Marcos Santiago Martins, de 25 anos, e de três assaltantes, na noite de quarta-feira, no Sacomã, zona sul de São Paulo, um grupo de bandidos determinou que o comércio fechasse as portas nesta sexta-feira no Jardim da Represa, Parque Los Angeles e Jardim Canaã, em São Bernardo do Campo, região onde os bandidos moravam.Os cúmplices de Martins, liderados pelo irmão dele, Ademir Martins, o Demirzinho, percorreram alguns estabelecimentos e mandaram fechar. Determinaram que os comerciantes avisassem os demais. Aquele que desobedecesse morreria. "Eu não quero confusão para o meu lado. Fecho mesmo", disse R. dono de um mercadinho.O delegado de polícia em São Bernardo do Campo, Marco Antonio Novaes de Paula Santos, e o comando da Polícia Militar no município, reforçaram o policiamento nos três bairros. "Nós garantimos a segurança e os comerciantes abriram. Mandei um grupo de policiais acompanhar o enterro do bandido no Cemitério do Carmosinha para impedir qualquer manifestação", disse Paula Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.