Transferência de líderes motivou rebelião, confirma secretário

O secretário de Segurança Pública, Marco Vinicio Petrelluzzi, confirmou que as rebeliões nos presídios paulistas seriam uma reação contra a transferência dos líderes de presos que recentemente foi feita. "Os dez principais líderes dessa organização (PCC) foram transferidos para outras unidades do Estado e para outras unidades do País. É um reação contra a administração adequada que está se fazendo nos presídios do Estado de São Paulo", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.