Transporte público fica parcialmente paralisado em Porto Alegre

Passageiros da região formaram longas filas nas paradas e tiveram de embarcar em lotações, autorizadas excepcionalmente

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

28 de fevereiro de 2014 | 13h51

PORTO ALEGRE - Manifestantes contrários à demissão de três trabalhadores bloquearam a saída dos ônibus das garagens das viações Belém Novo e Teresópolis-Cavalhada (VTC) e deixaram parte da zona sul de Porto Alegre, atendida pelas duas empresas, sem transporte coletivo durante a manhã desta sexta-feira, 28. Os passageiros da região formaram longas filas nas paradas e tiveram de embarcar em lotações, autorizadas excepcionalmente a transportar pessoas em pé para reduzir os transtornos.

Segundo os manifestantes, as demissões teriam ocorrido como represália à recente greve da categoria. A Belém Novo, que dispensou dois empregados, explicou que um deles, cobrador, tinha histórico de faltas não justificadas, e que o outro, um garagista que estava em treinamento para se tornar motorista foi avaliado como ainda não apto à nova atividade. A VTC justificou o afastamento de um motorista afirmando que ele não tinha boa ficha disciplinar. Os manifestantes liberaram a saída das garagens por volta do meio-dia.

Tudo o que sabemos sobre:
porto alegretransporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.