Transurb chama proposta de aventura

O Transurb divulgou hoje à tarde a seguinte nota:Em virtude do crescente déficit que vem sendoregistrado pelas empresas de ônibus de São Paulo ao longo dosúltimos anos, o Transurb contratou a Fundação Fipecafi paraapuração dos custos do sistema. Em virtude de fatores externosaos serviços prestados pelas empresas e apesar de todo esforçoempreendido, a receita não vem acompanhando o custo, sendoverificados, a partir deste estudo, prejuízos da ordem de R$ 400milhões, nos últimos 12 meses. Diante desta realidade e da falta de perspectivas derecuperação do equilíbrio do sistema, as empresas associadas aoTransurb não participaram do processo de contratação para o qualseriam entregues hoje, quarta-feira, os envelopes com asrespectivas propostas. As empresas de ônibus de São Paulo informam que apopulação usuária dos coletivos e os funcionários do setor nãosofrerão nenhum prejuízo, visto que estará garantida acontinuidade da prestação do serviço, por parte das empresas. A não participação das empresas de ônibus no processo decontratação em curso ocorre exclusivamente pelo temor de seenfrentar uma aventura sem qualquer perspectiva de poder honraras exigências legais decorrentes de um novo compromisso, que não trará o mínimo necessário para a sobrevivência das empresas de transporte."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.