Travessia difícil

Solicito às autoridades competentes que tomem as devidas providências para terminar o serviço realizado há um mês na Avenida Parada Pinto, na Vila Nova Cachoeirinha. Apesar do excelente trabalho, esqueceram de pensar no pedestre. Durante a obra, tiraram a faixa de pedestres no cruzamento em frente à Escola Guilherme de Almeida, onde o movimento de alunos e consumidores do Hipermercado Andorinha é muito intenso, e esqueceram de repintá-las. E, para piorar a situação, o semáforo está com defeito. Uma equipe da CET esteve no local no domingo, dia 8 de março, para organizar o trânsito. No entanto, o problema permanece. Sou moradora e parei para observar a movimentação. Os carros estão tomando as calçadas. O ponto de ônibus, na altura do número 2.074, fica numa calçada tão estreita que, se o veículo estiver parado, não há espaço para uma pessoa passar. E o pedestre, como fica? Pagamos nossos impostos e temos direito à segurança! As autoridades estão esperando que aconteça o pior para então fazer algo para solucionar o problema?LAÍS APARECIDA SOUZA DOS SANTOS São PauloAdele Nabhan, do Departamento de Imprensa da CET, informa que uma equipe da CET fez a manutenção do semáforo do cruzamento da Avenida Parada Pinto com a Rua Domingos José Sapienza, que funciona normalmente. Esclarece que o local foi recapeado recentemente e que elaboraram projeto para instalar a nova sinalização horizontal, que prevê a repintura das faixas de pedestres. Diz que o projeto será realizado conforme cronograma de serviços da CET.Dúvidas em cálculo Por que a Sabesp cobra o período de 34 dias entre uma leitura e outra? Eu nunca gastei mais de 20 m³ de água por mês, mas como fizeram a cobrança de 18/2 a 23/3, o gasto foi de 22 m³, o que aumentou a minha conta em R$ 20, porque, quando passa de 20 m³, é cobrado o dobro para cada m³. O que não ocorreria se a leitura respeitasse os 30 dias. Não acham que é injusto para o consumidor esse tipo de cobrança? Quantos reais eles estão recebendo a mais de todos aqueles que ultrapassaram os 20 m³ por esticar o mês com mais 4 dias?WALDIR RUBENS DE OLIVEIRASão PauloO superintendente da Unidade de Negócio Leste da Sabesp, Dante Ragazzi Pauli, informa que a Sabesp elabora o cronograma de leituras considerando uma média de 30 dias de consumo, de modo a causar o menor impacto aos clientes. Mas, por causa dos finais de semana e feriados, podem ocorrer períodos superiores ou inferiores a essa média, sempre prevalecendo a quantidade de 365 dias, ou 366 dias nos casos de ano bissexto, para um período de 12 meses.Burocracia, sempre Somos administradores de imóveis e, se um imóvel vaga, o locatário tem de ir à Eletropaulo para que seu nome seja excluído da conta. Quando é feita nova locação é preciso ir à Eletropaulo com o novo contrato para pedir o religamento, cujo prazo é de 15 dias. Um absurdo! CLÉLIA MENDONÇA SICASão PauloA AES Eletropaulo informa que o prazo para a ligação de energia elétrica é de 48 horas e de religação, de 24 horas. A concessionária esclarece que esse prazo pode se estender para até 15 dias úteis, caso seja encontrada alguma irregularidade na instalação, conforme determina a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).?Fidelização? do clienteRegularmente leio nesta Coluna algum tipo de ocorrência desfavorável em relação à NET. Eu também passo quase que mensalmente por dissabores com essa empresa. Como a sra. Cecília Martins (Mundo dos NETs, não! 1.º/4), troquei uma outra empresa pela NET. Aí começou meu calvário. Comprei, por telefone, por um preço, mas sou cobrado por outro. A fatura não demonstra a realidade do que adquiri, além da tal "fidelidade" - cláusula de intimidação para manter como clientes os insatisfeitos com ineficiência, incompetência e má vontade do serviço prestado pela NET. Para ilustrar, no carnaval fui ao Guarujá e constatei que o telefone e a internet não funcionavam lá. Entrei em contato com a NET, mas não houve nenhuma solução durante todo o período em que lá estive. Ao voltar a São Paulo, recebi documento com registro de visita da empresa. Os técnicos da NET foram atender ao chamado em meu endereço de São Paulo! São sábias as palavras da leitora: "O mundo dos NETs é um inferno." Meu grande desejo atualmente é que passe logo o tal ano da fidelidade para eu sair do inferno e voltar, pelo menos, ao purgatório.MAURO DE P AULA FREITAS FILHOSão Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.