Travesti é morto a pauladas em Sorocaba

O travesti Raimundo Rocha Alves, de 25 anos, foi morto a pauladas na madrugada desta quinta-feira, em Sorocaba (SP). A polícia investiga as hipóteses de desentendimento e de um possível "crime por ódio", mas ainda não tem pistas. A vítima foi encontrada caída, ainda com vida, na Avenida Comendador Oeterer, região central da cidade. Levado ao pronto-socorro do Hospital Regional, Alves não resistiu à gravidade dos ferimentos. A causa da morte foi traumatismo craniano. Segundo a polícia, ele recebeu várias pancadas na cabeça com um objeto contundente, provavelmente um pedaço de pau. A arma do crime não foi encontrada. Os policiais foram até o local depois de terem recebido uma ligação anônima. Como o ponto onde Alves foi encontrado tem muito movimento, a polícia acredita que ele pode ter sido morto em outro lugar. O travesti era natural de Esperantinópolis (MA) e morava em um hotel no centro. A polícia vai ouvir outros travestis que fazem ponto na região e investigar possíveis "clientes" de Alves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.