TRE cassa em definitivo candidatura de Gratz

ESPÍRITO SANTO

, O Estado de S.Paulo

04 de setembro de 2010 | 00h00

Por causa do atraso de 48 horas no para recolher taxas de um recurso cível, o ex-presidente da Assembleia José Carlos Gratz perdeu o direito de concorrer ao Senado pelo PSL. Os juízes do TRE suspenderam definitivamente o registro da candidatura. Ao não pagar as taxas no prazo legal, ele acabou permitindo que a sentença transitasse em julgado. Gratz teve o registro da candidatura suspenso pelo TRE por conta da Lei da Ficha Limpa, mas com um recurso ao TSE, vinha fazendo campanha. Segundo juristas capixabas, agora não há mais recurso para o caso. Mesmo assim a defesa foi ontem ao TRE avaliar se há ainda alguma saída jurídica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.