TRE mineiro manda PRB ficar com Hélio Costa

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu que o PRB do vice-presidente José Alencar ficará na coligação que tem o senador Hélio Costa (PMDB) como candidato ao governo de Minas.

EDUARDO KATTAH, O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2010 | 00h00

O PRB havia sido incluído nas coligações lideradas pelo PMDB/PT e também pelo PSDB, do governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição.

A Executiva Nacional da legenda precisou intervir no diretório mineiro e determinou apoio à chapa encabeçada por Costa. Na convenção do diretório mineiro, no dia 27 de junho, a decisão fora pelo apoio a Anastasia.

A intervenção causou racha no partido e a saída do presidente da legenda, Rogério Colombini. Os tucanos ignoraram a decisão da cúpula do PRB e, de posse da ata da reunião da Executiva Estadual, incluíram o PRB no registro da coligação no TRE. Minutos depois, os peemedebistas protocolaram outro documento, declarando a intervenção da Executiva Nacional e também incluindo o partido na coligação.

Ao analisar o caso, o juiz Ricardo Rabelo considerou que "restou inequívoca a vontade" do PRB de integrar a coligação Todos por Minas. Os advogados da coligação liderada pelo PSDB já informaram aque vão recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Anastasia criticou a intervenção no diretório mineiro do PRB, o, que impediu o apoio do paartido à sua candidatura "Essas intervenções eu acho que acabam ferindo um pouco o espírito montanhês mineiro de liberdade e de autonomia."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.