TRE-SP divulga lista de candidatos com registro pendente

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo divulgou em seu site uma lista com nomes e total dos votos obtidos pelos candidatos que concorreram no pleito de 1º de outubro, mas que estão com registro indeferido e pendente de julgamento de recurso no Tribunal.Na totalização oficial divulgada, eles tiveram seus votos considerados como nulos e seus nomes não apareceram na divulgação do resultado. Segundo o TRE-SP, após o julgamento dos recursos, caso haja alteração na situação, os votos serão validados e ocorrerá uma nova totalização dos resultados, o que poderá causar alteração nos dados já divulgados.O número de votos obtidos por esses candidatos está registrado e consta no banco de dados do Tribunal. Vários nomes conhecidos estão na lista, com votação que, uma vez validada, tem potencial para mudar a configuração oficial da Câmara dos Deputados anunciada no início da semana.Na lista dos impugnados, o mais votado para deputado federal é o ex-promotor Carlos Sampaio (PSDB), que teve no domingo 239.781 votos. Foi a oitava melhor votação nominal para deputado federal em todo o Estado. Sampaio fez parte da Comissão de Ética da Câmara durante o escândalo do mensalão e é um dos sub-relatores da CPI das Sanguessugas.Outro deputado federal que buscava a reeleição e que teve expressiva votação, mas cuja candidatura se encontra impugnada é o também promotor Dimas Ramalho (PPS). Ele teve 117.108 votos e foi o segundo mais votado em sua legenda no Estado, atrás apenas de Arnaldo Jardim.O PSB também teve um candidato com boa votação que está na mesma situação, aguardando julgamento de recurso contra a impugnação. Trata-se do ex-prefeito de Marília José Abelardo Camarinha (PSB), cujos 78.357 votos representaram a quarta maior votação nominal do partido no dia 1º de outubro. A votação é maior que a do eleito pela mesma legenda Edinho Montemor.Na disputa por um cargo à Assembléia Legislativa, aguarda uma definição sobre a validade da candidatura o promotor Fernando Capez (PSDB), que teve 95.101 votos, a 20ª melhor votação dentro da coligação tucano-pefelista, que elegeu 35 deputados estaduais.O líder da bancada do PT na Assembléia, deputado Enio Tatto, teve 88.648 votos e seria o 6º mais votado da legenda, caso não estivesse com a candidatura suspensa. A coligação PT/PC do B fez 20 deputados.A lista completa dos candidatos com situação que o Tribunal classifica como "indeferido com recurso" está disponível no site www.tre-sp.gov.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.