TRE suspende cotas de fundo partidário do PTB

O Tribunal Regional Eleitoral desaprovou as contas do Diretório Estadual do PTB referentes a 2007. Os juízes decidiram suspender o repasse de novas cotas do fundo partidário por seis meses e determinaram que o partido faça o recolhimento de R$ 47.385,31, além do ressarcimento de R$ 46.257,63 ao fundo. Segundo o TRE, as contas tinham várias irregularidades, como não-comprovação de despesas, falta de cópias das folhas de pagamento e de comprovantes de R$ 47.385,31 das receitas de contribuição de filiados. Cabe recurso ao TSE.

, O Estado de S.Paulo

20 Novembro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.