Trecho perigoso

No corredor de ônibus da Avenida Robert Kennedy, no sentido bairro, foi realizada uma obra para alargar o espaço de entrada de ônibus que se dirigem ao Terminal de Transferência do Rio Bonito. No entanto, nesse trecho havia uma sinalização pintada no asfalto (proibindo fechar o cruzamento). Com a obra, a sinalização foi encoberta pela nova camada de asfalto e o que era para facilitar acabou piorando o trânsito em horário de pico. Tanto os carros que seguem pela Avenida Senador Teotônio Vilela, no sentido bairro, quanto os que seguem por ela no sentido centro ou os que nesse trecho optam por retornar para o bairro não respeitam o espaço e fecham o cruzamento, travam o trânsito a ponto de os ônibus ficarem numa fila absurda até conseguir entrar no Terminal de Transferência. Sou usuária do transporte público e é inadmissível que os órgãos realizem obras e esqueçam de detalhes que são importantes para que o resultado seja positivo. Qual a dificuldade para pintar corretamente a sinalização no asfalto? Isso é vergonhoso!YARA NASCIMENTOSão PauloAdele Nabhan, do Departamento de Imprensa da CET, informa que a obra de alteração geométrica na Estação de Transferência no Largo do Rio Bonito foi executada pela SPTrans, concluída em 26/3, de acordo com o previsto em projeto.A leitora questiona: Que ótimo que a obra foi concluída. Para nós, usuários, isso é de importantíssimo. Agora resta uma dúvida: foi previsto no projeto que essa obra de alteração geométrica seria realizada somente após 2 meses e meio do alargamento da faixa de entrada? Facilidades e conta altaSempre preferi a Embratel para ligações de longa distância, mas agora a empresa parece ter se convertido em call center da pior espécie. Oferecem pelo telefone grandes facilidades e economia a quem aderir ao plano "Mundo 21". Em seguida, a conta dá um salto, pois dizem que inclui uma tal de "franquia única mensal", sem dar explicação. Nos números 10321 e 4004-2100 ninguém atende a um pedido de cancelamento, além de ser um serviço precário. Com a palavra, a Anatel.ALBERTO FUTUROSão PauloA Assessoria de Imprensa da Embratel informa que o plano foi cancelado, conforme solicitação do sr. Futuro, e que ele foi orientado sobre os procedimentos na cobrança das faturas.Prazo para convocação Fui aprovada no concurso 972, para professor adjunto de Educação Básica I, da prefeitura de Guarulhos, de junho de 2008. Acompanho religiosamente os atos administrativos no site da prefeitura, onde constam portarias de convocação dos candidatos aprovados. Em dezembro verifiquei no Relatório de Concursos Vigentes que este havia sido prorrogado para 31/7/2009. Em janeiro, entrei em contato com a Secretaria de Educação para verificar se as convocações estavam ocorrendo, visto que, para as 100 vagas disponíveis, somente 75 candidatos haviam sido convocados. A atendente me informou que sim e que todas as terças e sextas-feiras havia atualização no site. Mas no final de fevereiro observei que esse concurso não consta mais noRelatório dos Concursos Vigentes. Entrei em contato com a Secretaria da Educação e soube que esse concurso deixou de existir a partir do momento em que outro foi efetuado. Então a validade do edital não será cumprida e a quantidade de vagas disponíveis não procede? O desejo de todo cidadão que se submete a uma prova de Concurso Público é ser aprovado e, mais ainda, ser convocado por estar dentro do número de vagas disponíveis informado no edital. Gostaria de um esclarecimento a respeito.IVETE BRITO GuarulhosA prefeitura de Guarulhos não respondeu.Revitalização do centroComo tem sido triste andar pelas ruas do centro da cidade. Há uns meses tinha esperança de que o trabalho das ações locais surtiriam efeito. Mas a situação é desanimadora. O lixo é colocado fora de hora, sem que o poder público tome alguma providência no sentido de informar e multar; ele é revirado por moradores de rua; e ainda por cima não há coleta aos domingos. Que absurdo! Dá um aperto no coração ver em que o nosso querido centro se transformou. Onde estão nossas autoridades? Qual é o projeto para moradores de rua? Estou decepcionada com a gestão de Kassab, que, em campanha, disse que o centro teria um tratamento melhor, mas o que vejo é uma total regressão do projeto de revitalização. Que pena!REGINA ANTONIO, moradora do centro há 33 anos São PauloAs cartas devem ser enviadas para spreclama.estado@grupoestado.com.br, pelo fax 3856-2940 ou para Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, 6.º andar, CEP 02598-900, com nome, endereço, RG e telefone, e podem ser resumidas. Cartas sem esses dados serão desconsideradas. Respostas não publicadas são enviadas diretamente aos leitores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.