Treinador é encontrado morto no Jockey no Rio

O treinador João Farias da Silva, de 24 anos, foi encontrado morto nesta segunda-feira na Vila Hípica, alojamento do Jockey Club Brasileiro, no Rio, onde morava e trabalhava. De acordo com a polícia, o rapaz teria sido morto com pauladas na cabeça. Os nomes de suspeitos não foram divulgados.O corpo de Silva foi encontrado por dois outros funcionários, que chamaram a Polícia Militar. O caso está sendo investigado pela 15ª Delegacia de Polícia (Gávea), que já começou a ouvir os empregados. Um pedaço de madeira sujo de sangue foi encontrado perto do local do crime e recolhido para perícia.Segundo policiais, o corpo não apresentava sinais de tiro nem de facadas, mas o laudo definitivo será dado pelo Instituto Médico Legal (IML). Nenhum objeto foi roubado no quarto de Silva, o que a princípio afasta a possibilidade de latrocínio. A polícia também não tem conhecimento de alguma briga ou discussão em que o treinador tenha se envolvido e que possa ter motivado o assassinato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.