Tremor de 4,6 graus é o maior registrado no Maranhão

Tremor de 4,6 graus é o maior registrado no Maranhão

Epicentro do sismo desta terça-feira foi perto de Vargem Grande, a 90 km de São Luís; não houve danos nas cidades atingidas

O Estado de S. Paulo

03 Janeiro 2017 | 20h32

O tremor de terra de 4,6 graus de magnitude na escala Richter que ocorreu na manhã desta terça-feira, 3, no Maranhão foi o maior sismo registrado na história estado. A informação foi divulgada em relatório do Centro de Sismologia da USP. Não foram registrados danos. O tremor foi sentido em ao menos dez cidades do Maranhão e também em Teresina, no Piauí.

De acordo com o informe, os maiores tremores do Maranhão ocorreram em 1871 na cidade de Itapicuru, com magnitude 4, e em 1981 perto de João Lisboa, com magnitude 3,4. No Brasil, o maior tremor foi registrado em 1955, em Porto dos Gaúchos, no Mato Grosso. O sismo atingiu 6,3 graus na escala Richter, mas a área não era povoada.

O epicentro do sismo desta terça-feira foi nas proximidades das cidades de Vargem Grande e de Presidente Vargas, a cerca de 90 km da capital São Luís. "Foi um tremor incomum para o Maranhão embora de magnitude normal para o Brasil onde tremores ainda maiores, acima de magnitude 5, ocorrem a cada 5 anos em média", diz o relatório. Segundo o Centro de Sismologia da USP, tremores de terra são mais comuns no Ceará e no Rio Grande do Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.