USP/Divulgação
USP/Divulgação

Tremores de terra atingem cidades do Paraná durante a madrugada

Centro de Sismologia da USP registrou abalos de 5,1 graus em São Jerônimo da Serra e de 4,5 graus em Rio Branco do Sul

Ricardo Chapola, O Estado de S.Paulo

18 Setembro 2017 | 03h11
Atualizado 18 Setembro 2017 | 10h58

O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) registrou na madrugada desta segunda-feira, 18, tremores de terra em duas cidades do Paraná. O mais forte, de 5,1 graus na escala Richter, atingiu o município de São Jerônimo da Serra, a 340 quilômetros de Curitiba. Pouco antes, outro abalo de 4,5 graus foi registrado em Rio Branco do Sul, a 29 quilômetros da capital. 

Moradores de Rio Branco do Sul relataram pelas redes sociais como foi o momento do abalo. "Foi uma explosão muito forte, seguido do tremor", escreveu no Twitter João Cesar.

Não houve registros de danos causados pelo tremor até o fechamento desta reportagem. 

Esse não é o primeiro abalo de terra que atingiu o País neste ano. No começo do mês, um tremor de 2,2 graus na escala Richter foi registrado em Montes Claros, cidade localizada na região norte de Minas Gerais. Só em 2017, a Montes Claros foi atingida mais sete vezes por abalos de terra. O mais forte aconteceu em fevereiro e teve 2,3 graus. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.