Trens da CPTM estão circulando apesar de greve anunciada

Desde as 5 da manhã desta quarta-feira, todas as seis linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) operam tanto no trecho da capital quanto em toda a Grande São Paulo. A informação foi fornecida pela assessoria de imprensa da CPTM. Segundo Everson Craveiro, secretário-geral do Sindicato dos Ferroviários da Zona Sorocabana, que representa os trabalhadores das linhas B(Itapevi/Júlio Prestes) e C (Osasco/Jurubatuba), apesar dos trens estarem circulando normalmente e todas as estações terem sido abertas, há restrições no sistema."O pessoal das estações e do setor de manutenção das linhas B e C está parado, portanto essas duas linhas funcionam de modo precário", afirmou Craveiro, que não soube explicar por que as linhas E (Brás/Estudantes) e F (Brás/Calmon Viana) não amanheceram paralisadas, como estava previsto desde a noite de terça-feira quando foi anunciada uma greve de 24 horas dos funcionários da CPTM, com exceção dos que atuam nas linhas A(Barra Funda/Jundiaí) e D (Barra Funda/Rio Grande da Serra).Caso a paralisação ocorresse em quatro das seis estações, cerca de 900 mil pessoas seriam prejudicadas. A decisão sobre a greve havia sido tomada em assembléia no fim da tarde de terça-feira. Os funcionários alegam que não receberam o aumento salarial de 4,142% determinado pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Os trens devem voltar a circular normalmente na quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.