Três advogados do PCC são presos no interior de São Paulo

Três advogados ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram presos na manhã de hoje em Presidente Prudente e Presidente Venceslau, interior de São Paulo.A advogada Libânia Catarina Fernandes Costa, de Santos, litoral paulista, inscrita na OAB com número 23856, foi detida no momento em que atendia um cliente na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau, onde estão detidos 423 líderes de rebeliões e do PCC.O advogado Eduardo Diamante, inscrição 142799, e a advogada Valéria Dammous, inscrição 202195, foram detidos quando chegavam aos seus escritórios, em Presidente Prudente. Os três são acusados de dar apoio às tarefas do PCC, com o repasse de informações privilegiadas aos líderes da facção e atuando como pombos correios na comunicação entre presos e bandidos soltos.Texto alterado às 15h37 para correção do nome de Libânia Catarina Fernandes Costa

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.