Três crianças são encontradas decapitadas nos EUA

Três crianças foram encontradasdecapitadas, hoje (28), em Baltimore, cidade do estado deMaryland, nos Estados Unidos. Duas meninas de nove anos cada eum menino de 10 foram encontrados mortos por suas mães - duasmulheres de origem hispânicas - ontem, quando elas retornavam aoseu apartamento após terem ido ao mercado. O comissário de polícia, Kenneth Blackwell, afirmou que ascrianças - Ricardo Espinoza, de 9 anos, Lucero Quesada, tambémde 9 anos e Alexis Quesada, de 10 - haviam retornado do colégiopor volta das três horas da tarde. Assim que entrou noapartamento, horas depois, uma das mães, que fala espanhol e umpouco de inglês, começou a gritar que "haviam matado suafamília". Um vizinho da família, o americano Al Johnson, chamoua polícia. Johnson disse que as crianças eram "muito agradáveis ecordiais", e concluiu, dizendo que "esse assassinato foi um durogolpe para todos, pois está é uma comunidade muito tranqüila". De acordo com Blackwell, a polícia encara o caso "como umincidente isolado". O prefeito de Baltimore, Martin O´Malley,esteve ontem à noite no apartamento onde as crianças foramdegoladas, e descreveu a cena como "um crime brutal, trágico eincompreensível". As autoridades acreditam que duas famílias deorigem hispânicas viviam no mesmo apartamento. Uma das mães disse às autoridades que um homem tinha tido umabriga com sua família, indicando que ele poderia ter sido oresponsável pelas mortes. A polícia deteve dois homens porsuposta relação com o assassinato. Os suspeitos são Adán Canela,de 17 anos e Policarpio Espinosa, de 22.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.