Três empresas ainda resistem à Cidade Limpa

Desde o fim de julho, quando o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), composto por 25 desembargadores, julgou constitucional, por unanimidade, a Lei Cidade Limpa, o governo municipal passou a retirar das ruas os misteriosos outdoors com dizeres bíblicos, cujos responsáveis nunca foram identificados. Hoje, apenas três empresas, Multipropag Publicidade Ltda., Narada Espaço de Bem Estar Ltda. ME e Solos Comércio e Representações Ltda., ainda têm liminar contra a legislação. A peça que resistia no Viaduto Antártica, na zona oeste, com os dizeres enigmáticos "Esquerda Direita Fica Tonto Avancem!" foi removida após a empresa que a mantinha ser multada três vezes, totalizando R$ 330 mil. Segundo a Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras, a empresa só permitiu que a fiscalização fizesse a remoção da peça após a terceira multa, de R$ 132 mil. Na Radial Leste, zona leste, três outdoors que estavam instalados na Rua Melo Freire com Serra do Japi também foram retirados. As frases nos painéis abordavam temas como catástrofes. Na semana passada, também foi removido um outdoor que era um mistério para os motoristas que passavam pela Avenida Vicente Rao, na zona sul da cidade. Também com frases religiosas, a placa só foi removida após a empresa responsável ser multada em R$ 210 mil. Os nomes dos responsáveis pela empresa não foram identificados pela reportagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.