Reprodução/Google Maps
Reprodução/Google Maps

Três homens são executados na região metropolitana de Porto Alegre

Crimes ocorreram em bairros diferentes com uma hora de diferença; dois deles eram sogro e genro

Ludimila Honorato, O Estado de S.Paulo

17 Novembro 2017 | 04h31

SÃO PAULO - Três homens morreram baleados na noite desta quinta-feira, 16, na região metropolitana de Porto Alegre, dois em Alvorada e outro em Gravataí. Os crimes foram registrados com uma hora de diferença.

O primeiro caso ocorreu por volta das 20h45 em um bar na Avenida Tiradentes, bairro de Aparecida, em Alvorada. Um carro estacionou em frente ao estabelecimento e, de dentro dele, dois homens saíram, entraram no local e dispararam contra o dono do bar, Julio Kilian Neto, de 60 anos, e o genro dele, Cassio Gabriel Nunes da Silva, de 28 anos.

+++ Quatro homens da mesma família são mortos em Porto Alegre

Segundo a Brigada Militar, que investiga o caso, Silva tinha antecedentes criminais, com passagem por roubo a pedestres, de veículos, tráfico de entorpecentes e outros furtos. Neto não tinha registros criminais. Os homens que cometeram os disparos estão foragidos, e a polícia ainda não tem suspeitas do que teria motivado os homicídios.

+++ Criminosos executam 4 pessoas a tiros e ateiam fogo nos corpos na Serra Gaúcha

Uma hora depois, em Gravataí, um homem morreu com tiros no tórax na parada 93 da rodovia RS-030, complexo do bairro Sítio Gaúcho. De acordo com a polícia, ele morava a cerca de quatro quadras do local e tinha passagens por homicídio, tráfico, ameaça e lesão. A investigação busca esclarecer junto com moradores da região como o crime ocorreu, pois ainda não se sabe, por exemplo, se o atirador chegou de carro ou moto pela rodovia.

Na noite de quarta-feira, 15, quatro pessoas foram mortas, também em um bar, no bairro Rubem Berta, zona norte de Porto Alegre.

Mais conteúdo sobre:
Porto Alegre [RS] Gravataí [RS]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.