Três jovens morrem na 1ª chacina do ano em SP

Três rapazes foram assassinados com mais de dez tiros na noite de ontem, no Jardim Camargo Velho, zona leste de são Paulo. Foi a primeira chacina do ano. Em 2001, o número de chacinas diminuiu em comparação com 2000. No ano passado, a polícia registrou 78 chacinas com 274 mortos. Em 2000 ocorreram 90 chacinas: 312 mortos. Edilson José da Silva, de 18 anos, Douglas Pereira dos Santos, de 22, e Alexandre de Jesus Santos, de 20, conversavam no estacionamento do conjunto habitacional da Companhia de Habitação e Desenvolvimento Urbano (CDHU), na Rua Vitória, 151, quando foram dominados por quatro homens. Obrigados a ajoelhar, receberam tiros na cabeça, peito e nas costas. Os tiros chamaram a atenção de vários moradores que encontraram os três rapazes mortos e avisaram a polícia. Os pais e irmãos dos mortos informaram aos investigadores do 50º Distrito Policial, do Itaim Paulista, que desconheciam qualquer envolvimento deles com roubos ou drogas. Afirmaram que os três estudavam à noite e saíram de casa no sábado, pouco antes das 22 horas, dizendo que iriam a um bar freqüentado por jovens do conjunto habitacional. A chacina ocorreu por volta das 22h30. A Delegacia Especial de Homicídios Múltiplos, do Departamento de Homicídios, foi acionada pelo distrito e passou a investigar o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.