Três morrem na 17.ª chacina do ano na Grande SP

No meio tarde deste domingo, dois irmãos e o cunhado deles foram mortos na 17.ª chacina ocorrida na Grande São Paulo somente neste ano, elevando para 58 o número de execuções em crimes deste tipo até o momento.Armado, por volta das 15h, um desconhecido invadiu um bar, na Rua José Dória de Andrade, em Artur Alvim, na zona Leste, e atirou contra José Adeílton da Silva, de 37 anos, que morreu quando era socorrido no Hospital Santa Marcelina, em Itaquera. Os irmãos Cícero Roque dos Santos e Francisco Roque dos Santos, 46, foram baleados pela mesma pessoa segundos depois a 150 metros do bar. Ambos morreram no local.O dono do bar disse à polícia que quando ouviu os tiros apenas se escondeu atrás do balcão e não conseguiu ver quem atirava. Adeílton era casado, mas não tinha filhos. Francisco era solteiro, ao contrário do irmão Cícero, que deixa quatro filhos, todos menores de idade. A chacina, cuja causa ainda está sendo apurada, foi registrada no 65.º Distrito Policial, de Artur Alvim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.