Três mortos na 16ª chacina do ano em SP

Três pessoas morreram e outra ficou ferida na 16º chacina registrada neste ano da região metropolitana de São Paulo, contabilizando 63 vítimas fatais neste tipo de crime até o momento, segundo a polícia. O crime ocorreu no interior de uma lanchonete, no Jardim da Saúde, bairro de classe média alta, na zona sul da capital paulista. Segundo testemunhas, um desconhecido armado, que estava em uma das mesas da lanchonete, atirou contra o subtenente reformado da Polícia Militar, Davi Costa dos, de 47 anos, que morreu no local.De acordo com policiais da 3ª Companhia do 12º Batalhão, um outro suspeito, também armado, que estava fora da lanchonete, atirou várias vezes para o interior do estabelecimento. Atingidos pelos disparos, Moacir de Lima Mattos, de 35 anos e Emerson Alves Soares da Silva, de 28, morreram a caminho do hospital. Um cliente, que estava entrando na lanchonete, foi atingido com um tiro nas costas e continua internado no Hospital São Paulo.A polícia suspeita que o crime pode ter sido passional e que o único alvo dos atiradores era o ex-policial. O caso foi registrado no 16º Distrito Policial, de Vila Clementino.

Agencia Estado,

27 de abril de 2001 | 04h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.