TREs negam 1.535 dos pedidos de registros de candidaturas

Das 20.705 solicitações de candidaturas, 1.535 foram negadas pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) de todo o País, representando 7,4% do total, segundo informou o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entre o requerimento de registro e o julgamento do pedido, oito candidatos morreram e 791 renunciaram. Os números revelam que 754 candidatos já protocolaram recursos contra o indeferimento, e o Ministério Público já entrou com pedido contra o deferimento destas 754 candidaturas.O documento aponta que entre os 791 que renunciaram, 465 eram candidatos a deputado estadual, 234 a deputado federal e 10 a senador.Entre os cargos majoritários em disputa, foram indeferidos 45 registros, sendo dois para presidente da República, 13 para governador e 30 para os cargos de senador. Os TREs também indeferiram 392 registros de candidatos a deputado federal, 976 de candidatos a deputado estadual e 40 de deputado distrital. Os cinco Estados em que houve o maior número de registros impugnados até o momento foram: São Paulo (449), Minas Gerais (121), Maranhão (99), Pará (90) e Pernambuco (74). Já os Estados onde houve o menor número de impugnações de candidaturas foram: Paraíba (11) e Roraima (11), Alagoas (15), Santa Catarina (17), Mato Grosso (18) e Mato Grosso do Sul (20).Rio de JaneiroO TSE ressalta que dados referentes às decisões do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) ainda não estão consolidados no sistema do TSE. Por isso, na relação, consta apenas um pedido de registro de candidatura indeferido no Rio de Janeiro.Dia 20 de setembro termina o prazo para o TSE julgar todos os recursos contra indeferimento e contra o deferimento de candidaturas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.