Três pessoas morrem durante incêndio em Porto Alegre

Um incêndio destruiu uma casa de dois andares e matou um casal de aposentados e um homem de 37 anos, moradores do piso superior, na madrugada desta segunda-feira, 13, no bairro Nonoai, zona sul de Porto Alegre. Um casal e duas crianças que viviam no pavimento térreo escaparam ilesos.Vizinhos acreditam que as grades que protegiam a porta e as janelas da residência de roubos impediram a fuga das vítimas. A delegada Vandi Lemos Tasch, responsável pela investigação, não tem a mesma convicção. Ela admite que a obstrução das saídas poderia ter retido os moradores dentro da casa, mas lembra que os corpos não estavam próximos aos obstáculos. "É possível que eles tenham desmaiado antes de chegar até a porta, que, de fato, estava trancada", avaliou.Segundo a delegada, a aposentada Maria Virgínia Cunha, de 67 anos, foi encontrada de bruços, sobre os destroços de uma cama. Perto dela, mas no chão, estava o marido, Salvador Oliveira, 64 anos. O filho do aposentado, Jéferson Cunha da Silva, de 37 anos, foi encontrado no quarto dos fundos, mais um indicativo de que os três não teriam tido tempo de tentar chegar à porta.A causa do incêndio só será identificada durante investigação, que levará em conta os laudos da perícia e depoimentos de vizinhos. As primeiras informações coletadas pela polícia revelam que o casal que morava no piso inferior foi acordado pelos gritos dos vizinhos. O marido tentou chegar ao piso superior por uma escada interna, mas foi impedido pela fumaça. Depois de levar a mulher e as duas crianças pequenas para fora, ele não conseguiu mais entrar na casa, já tomada pelas labaredas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.