Reprodução
Reprodução

Três pessoas são detidas por incêndios contra ônibus em Fortaleza

Os coletivos da capital cearense estão circulando sob escolta da Polícia Militar e da Guarda Municipal

O Estado de S.Paulo

25 Março 2018 | 02h36

SÃO PAULO - A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), emitiu nota na noite deste sábado, 24, para se pronunciar sobre uma série de ataques perpetrados contra os ônibus coletivos na capital cearense. 

Ao menos cinco veículos teriam sido incendiados, obrigando a empresa a solicitar escolta de viaturas da Polícia Militar e da Guarda Municipal. Todo o sistema de transporte coletivo da capital terá um esquema especial de funcionamento na noite de sábado, 24, e na madrugada de domingo, 25, para que possa atender a população que necessita se locomover nestes horários. 


Sobre os ataques

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE) informou através de um comunicado que a Polícia Militar do Ceará (PMCE) prendeu três suspeitos de atear fogo em coletivos. As prisões aconteceram na noite deste sábado, 24, no centro de Fortaleza. Dois dos suspeitos estavam com um galão de gasolina, Rua Castro e Silva, próximo à Praça da Estação. Os indivíduos foram identificados como Daniel Vanderlei de Freitas Costa, de 24 anos, e Antônio Elton Lopes Cassiano, de 29 anos, que tem três passagens por roubo, por porte de arma de fogo e identidade falsa. Um terceiro suspeito, Igor Victor da Silva Fernandes, de 18 anos, foi preso na Rua Padre Mororó, também no centro da capital cearense, com outro galão de gasolina. A SSPDS determinou o reforço no policiamento, inclusive com apoio de helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

+++ CE teve recorde de homicídios em 2017; em Fortaleza, aumento foi de 96,4% em um ano

Uma reunião entre a cúpula da Segurança Pública e representantes da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) foi realizada para traçar as ações para a segurança dos veículos, trabalhadores e passageiros. Foram registrados, até as 21 horas do sábado, 24, cinco incêndios em ônibus, em duas torres de telefonia e duas manifestações com queima de pneus nas avenidas Cel Carvalho e Mozart Lucena, nos bairros Vila Velha e Quintino Cunha, respectivamente. Em todas as ocorrências, viaturas do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (CBMCE) atuaram para combater os incêndios. A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) ficará responsável pelas investigações. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.