Três policiais são presos suspeitos de matar quatro jovens

Três policiais militares suspeitos pela morte de quatro jovens, um deles menor de idade, foram presos nesta sexta-feira. As vítimas teriam sido assassinadas a tiros depois de terem invadido o terreno da Companhia Fluminense de Tecidos, uma fábrica abandonada, localizada no bairro do Fonseca, em Niterói, município do Grande Rio. Os corpos foram encontrados, carbonizados, em um lixão na localidade conhecida como Guaxindiba.O principal suspeito é o soldado Fábio Lacerda, de 33 anos. Ele trabalharia como segurança particular no terreno. De acordo com denúncias, Lacerda teria matado Dario dos Santos, de 18 anos, Wallace Morse Marques, de 23, Adriano Francisco Ribeiro, de 20, e Paulo Vitor Souza Gomes, de 15. Em depoimento, o policial negou participação no crime. Os outros dois policiais presos estavam em uma patrulha.De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, os PMs estiveram no local, mas não tomaram providências. Seus nomes não foram divulgados. A Inspetoria Geral de Polícia pediu a prisão administrativa dos três suspeitos, por três dias. Caso a prisão seja transformada em temporária, eles podem ficar detidos por 30 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.