Três presos mortos em 18 horas de rebelião no MA

Já dura 18 horas a rebelião no Presídio de Segurança Máxima de São Luís, no Maranhão. Três presos morreram e dois agentes penitenciários são mantidos como reféns pelos amotinados, que incendiaram os pavilhões da cadeia, na noite de ontem. Os presos querem a revisão das penas e a transferência de três agentes acusados de espancar os presidiários.A rebelião teve início logo após o horário de visitas. Cerca de 236 detentos do pavilhão de segurança máxima aproveitaram quando um presidiário seria levado para a enfermaria e tomaram dois agentes penitenciários como reféns, um deles ferido na barriga. O reforço policial foi chamado para evitar fugas, enquanto um promotor de Justiça negociava com os rebelados.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2001 | 08h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.