Três são presos em SC por clonagem de cartões de banco

Após denúncia anônima, três homens foram presos nesta segunda-feira, 30, pela Polícia Federal, acusados de falsificar cartões de banco na agência da Caixa Econômica Federal de Kobrasol, bairro de São José, em Santa Catarina. A PF suspeita que os três detidos, Alexsandro Segovia Ferreira, Douglas Fernandes Pereira e Cristiano José Faustino, praticavam o mesmo delito em São Paulo. Eles possuem mandados de prisão em aberto, expedidos pela Justiça de São Paulo por assalto a banco e receptação. Alexsandro tem cinco mandados de prisão, Cristiano dois e Douglas responde a processos por esses crimes. De acordo com a investigação policial, os três suspeitos instalavam um equipamento "chupa-cabra", que copiava os dados bancários de correntistas, no local onde os usuários colocam o cartão. Com isso, os dados dos clientes ficavam armazenados e mais tarde eram descarregados em um computador. Uma fita magnética era impressa e colocada em um cartão magnético virgem. Em seguida sacavam o dinheiro das vítimas. O trio teria chegado à agência da Caixa Econômica às perto das 10 horas e escondido o carro em que estava próximo a uma lanchonete. Depois, se separaram. Os agentes já estavam no local acompanhando os criminosos. O grupo só foi abordado pela PF quando Alexsandro entrou para verificar se o "chupa-cabra" estava bem fixado em uma das máquinas e fingia usar outros terminais. Dessa maneira, os clientes teriam que usar o caixa eletrônico preparado para a clonagem. Os outros ficaram do lado de fora para dar cobertura. Os três foram presos em flagrante.

Agencia Estado,

30 Abril 2007 | 17h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.