Três são presos no Rio acusados de estelionato

Trio atuaria com clonagem de cartões e copiava dados bancários através de câmeras

Solange Spigliatti, Central de Notícias

07 de dezembro de 2009 | 13h23

Três pessoas foram presas na última sexta-feira, 4, com base em denúncias anônimas, acusadas de integrar uma quadrilha de estelionatários originária do Nordeste que estão atuando no Estado do Rio de Janeiro na clonagem de cartões.

 

Francisco Esley Soares, Marcelo Doares Bio e Antonio Eudes Oliveira Soares foram presos em uma residência na Rua Nove de Abril, Conjunto Nova Sepetiba, em Guaratiba, zona oeste do Rio. No local, os policiais constataram que a quadrilha fazia uso de câmeras de filmagem instaladas em caixas eletrônicos para que eles pudessem copiar os dados bancários das pessoas que utilizassem aquele terminal eletrônico.

 

De acordo com os agentes, com os estelionatários foi apreendida grande quantidade de material usada para cometer o crime. Ainda segundo os policiais no momento da prisão Francisco Esley Soares Oliveira, apresentou uma carteira de identidade com o nome de Willian Cunha Gonçalves e Marcelo Doares Bio, se identificou como Carlos Soares de Araujo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.