Três suspeitos de pertencer à milícia são presos no Rio

O grupo também é suspeito de pertencer a grupo de extermínio

estadão.com.br,

01 Março 2012 | 10h35

SÃO PAULO -  Três pessoas suspeitas de integrarem milícia e grupo de extermínio na Baixada Fluminense, no Rio, foram presas na manhã desta quinta-feira, 1, durante operação realizada por policiais da 53ª DP (Mesquita) e 57ª DP (Nilópolis). Contra elas foram cumpridos mandados de prisão temporária, expedidos pela Justiça.

 

Durante a ação em Nilópolis, os policiais prenderam Cláudio Márcio de Oliveira, o Claudinho, de 43 anos, e Anderson de Mello Albino, conhecido como Panda, de 32 anos. Em Mesquita foi uma pessoa foi presa e uma arma apreendida.

 

Contra Claudinho havia quatro mandados de prisão pendentes, além de passagens pela polícia por porte de arma de uso proibido, roubo qualificado, falsificação de documento público, e tentativa de homicídio qualificado.

 

Já Anderson responde por uso de documento falso e tentativa de homicídio qualificado. A ação também resultou na apreensão de munições e carregadores para pistola calibre 380.

Mais conteúdo sobre:
Milíciagrupo de extermínio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.