Governo do Estado do Ceará
Governo do Estado do Ceará

Três suspeitos são presos após polícia encontrar corpos decapitados em Fortaleza

Quatro cabeças foram localizadas nas margens da Lagoa do Urubu, na periferia de Fortaleza, nesta quarta. Investigadores acreditam que mortes foram motivadas por disputa entre facções rivais pelo controle do tráfico

Lauriberto Braga, Especial para O Estado

31 de outubro de 2018 | 18h38

FORTALEZA - A polícia do Ceará prendeu nesta quarta-feira, 31, três pessoas suspeitas de assassinar e decapitar três vítimas, que tiveram as cabeças jogadas às margens da Lagoa do Urubu, na periferia de Fortaleza. Outra cabeça, a de uma mulher, já estava no local desde a terça-feira, 30, e os investigadores suspeitam que o triplo homicídio tenham sido efetuado como represália ao assassinato dessa mulher. 

Para a polícia, a suspeita é que as mortes tenham sido causadas por uma briga de facções em disputa pelo controle do tráfico de drogas na região. Um dos detidos nesta quarta confessou aos investigadores que realizou a decapitação com uma faca após a morte das vítimas. 

A polícia ainda procura por mais oito suspeitos de terem envolvimento nos crimes. Até o final da tarde desta quarta-feira, 31, a Perícia Forense do Ceará não tinha conseguido identificar os quatro mortos. Testemunhas informaram aos policiais que oito homens armados em dois carros levaram os corpos dos três homens e outros três decapitaram os mortos, na madrugada desta quarta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.