Três vítimas de balas perdidas no Rio - duas morreram

Duas pessoas morreram, vítimas de balas perdidas, em um tiroteio entre traficantes e policiais militares na madrugada desta quinta-feira. O confronto ocorreu na favela Nova Brasília, que faz parte do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, e durou quatro horas.O feirante Djair Pereira de Souza, de 53 anos, e seu vizinho Ronaldo Caraúvas de Freitas, de 21 anos, foram atingidos quando passavam de carro pelo local. Souza morreu ao volante, e Freitas, horas depois, no Hospital Salgado Filho, no Méier, zona norte.O tiroteio começou porque moradores ameaçavam fazer um protesto pela morte de um traficante conhecido como Bochecha, ocorrida na manhã desta quarta-feira. Segundo a Polícia Militar, eles pretendiam incendiar ônibus na Avenida Itaoca, um dos acessos à favela.No fim da noite desta quarta-feira, Márcia Melo Vieira, de 22 anos, também foi atingida por uma bala perdida, quando passava a pé pela rua Doutor Luiz Masson, na Piedade, zona norte.Segundo a polícia, dois criminosos tentavam roubar um carro perto de um posto de gasolina, quando foram surpreendidos por um homem, não identificado, que atirou contra eles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.